14 e 15 de Julho | Centro Interpretativo Memórias da Misericórdia de Braga – Palácio do Raio | Braga
património histórico-cultural é um bem precioso da humanidade e um espaço privilegiado de memória histórica. Guilherme de Oliveira Martins (2009) referindo-se a “Património, Herança e Memória”, cita Santo Agostinho que, em Confissões (Livro XI, capítulo XX), identifica e define “Um presente das coisas passadas, um presente das coisas presentes e um presente das coisas futuras. O presente das coisas passadas é a memória, o presente das coisas presentes é a vida e o presente das coisas futuras é a espera”. Para Oliveira Martins, o entendimento de Património e de Cultura passa pela compreensão destes três presentes, de modo que a memória seja revivida e respeitada, assumindo a relação que se estabelece entre as pessoas, a sociedade e a herança que recebem e que projetam no futuro.
O Colóquio “PATRIMÓNIO CULTURAL RELIGIOSO: MEMÓRIA E IDENTIDADE” detém-se no património artístico da Igreja Católica em Portugal e em particular no património sacro-artístico da cidade de Braga e da sua Misericórdia. Os templos e mosteiros, a imaginária sacra, as alfaias litúrgicas, a talha, os livros litúrgicos, os órgãos, as criações literárias, plásticas e musicais constituem expressão do barroco português em que a cidade de Braga é particularmente rica. Numa abordagem transversal, contextualizada do ponto de vista histórico, religioso e cultural, o colóquio engloba diferentes áreas de conhecimento. Conferencistas convidados especialistas em História, História de Arte, História Religiosa, Literatura, Filosofia, Antropologia e Música abordarão temas ligados à teatralidade do ritual sacro, ao poder retórico da palavra e da música, à arte da talha e do imaginário, à história das instituições nas suas práticas sagradas e de interação com a sociedade.
O Colóquio é complementado por uma Exposição, dedicada ao património musical da Santa Casa da Misericórdia de Braga, por meio da qual se pretende oferecer ao visitante uma mostra de painéis e fontes documentais manuscritas e impressas alusivas à prática musical na Santa Casa da Misericórdia de Braga desde a sua fundação no século XVI, contando com a preciosa colaboração do Arquivo Distrital de Braga, da Biblioteca Pública da Universidade do Minho e do Arquivo da própria Santa Casa da Misericórdia. A exposição acolhe resultados de conhecimento diverso incluindo a iconografia musical, o espólio musical, a prática musical e o seu contexto e ambiciona dar a conhecer, preservar e valorizar o património musical da Santa Casa da Misericórdia de Braga, tornando-o também acessível ao público em geral. Estará patente ao público na galeria de Exposições do Centro de Memórias Interpretativas da Santa Casa da Misericórdia de Braga – Palácio do Raio, a partir de 14 de Julho. A sua realização insere-se no projeto em curso “O Património Musical do Concelho de Braga”, da responsabilidade da Professora Elisa Lessa, numa parceria entre a Suonart – Associação Cultural e o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Braga.
+info/fonte: http://cehum.ilch.uminho.pt/pcr

Pesquisar no Site

Redes Sociais

Contactos

Morada

Museu Nacional de Arte Antiga
Rua das Janelas Verdes
1249-017 Lisboa

Telefone: 213 912 800

Fax: 213 973 703

E-mail: direccao@apha.pt